SP Eco Ambiental traz inovação no tratamento de resíduos ambientais

blog

A SP Eco Ambiental, empresa do grupo Cia do Pallet’s, para Mogi Guaçu, Mogi Mirim e Itapira, o que há de mais moderno no tratamento de resíduos hospitalares.

Essa nova tecnologia de ponta pertence a Newster, uma empresa italiana, responsável pela fabricação do equipamento.

A moderna tecnologia foi apresentada aos empresários e autoridades municipais em um coffee break, na Cia do Pallet’s, na última quarta-feira, dia 20, onde o projeto-piloto está instalado.

Os convidados foram recepcionados pelo empresário Luís Eduardo Pissinatti, diretor comercial da empresa SP Eco Ambiental. Pissinatti falou da importância da tecnologia de ponta chegando a região.  Já o funcionamento do equipamento foi mostrado pelo representante Newster.

O objetivo principal é trazer para o Brasil essa tecnologia com baixo custo ambiental comparado com os tratamentos convencionais. De acordo com Pissinatti, a máquina já está em fase de implantação, estando apenas sendo realizado a análise do local devido as necessidades técnicas de uso.

Uma das qualidades desse equipamento é seu tamanho, que é de fácil instalação em qualquer clínica ou hospital. Essa tecnologia irá trazer grandes benefícios as empresas, clínicas em geral e hospitais que necessitam da esterilização dos resíduos e, atualmente, desembolsam um valor alto pelo serviço.

A tecnologia da Newster, Frictional Heat Treatment (FHT), foi desenvolvida e patenteada em 1996 e é a única tecnologia do mundo que cumpre todos os requisitos exigidos para esterilização completa de resíduos hospitalares.

Essa tecnologia é aplicada desde 1994 na Itália, sendo este o único país a usá-la para esterilização de resíduos hospitalares com a obrigação no que se refere à redução de peso e volume, descaraterização do resíduo, secagem e esterilização.

A etapa da esterilização é o método que permite a total destruição dos micro-organismos patogênicos, sendo que a eficácia depende da combinação de dois fatores: tempo e temperatura (não inferior a 150ºC.)

 

Fonte: Gazeta Guaçuana

Imagem: Fabrício Leme de Morais/Gazeta Guaçuana